Direção

 

O Ballet Cristina Vaz é dirigido por Cristina Vaz, administradora de empresas registrada pelo Conselho Federal de Educação Física, e coreógrafa. 

É membro oficial e professora diplomada pela Royal Academy of Dance. 

Foi, em 1997, a única brasileira a receber da Royal – com mérito, mais uma graduação pelo exame e pesquisa científica na área de Anatomia e Técnica. 

Foi a primeira brasileira a obter o Teaching Diploma desta Academia. 

É formada também pela Royal em Psicologia, Desenvolvimento e Aprendizagem da Criança. 

Atuou, como mentora desta conceituada academia, na preparação de professores. 

É credenciada para o Best Performace and Movement, Método de Treinamento Físico, específico para bailarinos.

Como bailarina, recebeu Alta Recomendação no exame de nível máximo da Royal Academy – o Advanced. Foi premiada como solista no Concurso de Dança em Joinville, o maior festival de dança do mundo. Teve sua formação principal no Centro Mineiro de Danças Clássicas, onde atuou como primeira solista em grandes clássicos de repertório. Estudou com personalidades de destaque nacional e internacional, como Maria Clara Salles, Fernando Bujones, Bertha Rosanova, Cristina Helena, Khristine Perrot, Eduardo Helling, Tina Stuart, entre outros.

Além de sua formação acadêmica especializada em metodologia inglesa, Cristina Vaz participou de cursos de metodologia russa com renomados professores, como Anna Koblova, Maikon Golini, Galina Kozlova e metodologia cubana, com Ofélia Gonzáles, Amparo Brito e Mercedes Beltran. 

Em sua formação, ainda pode se destacar: Cinesiologia Aplicada, pelo Instituto Brasileiro de Cinesiologia Educacional; Barre e a Terre, com Melissa Travagini; Curso de pontas com Julita Pressoti e Cecília Kerche; Danças Húngaras, Russas e Polonesas com Anuska Roes. E mais uma série de outros cursos, como Flexibilidade e Força, Neuroaprendizagem e Psicomotricidade no Ballet, Prevenção de Lesões, Pas de deux, Musicoterapia, História Da Dança, Gestão para Escolas de Dança, Iluminação Cênica, Variações de Repertório, Composição Coreográfica, Maquiagem Artística, entre outros.  

Valores

  • Conhecimento e incentivo à reflexão
  • Trabalho em equipe
  • Afetividade e Humanização
  • Respeito à diversidade
  • Comprometimento 
  • Positividade
  • Qualidade

Depoimentos

Acreditamos que a melhor referência do nosso trabalho seja o sincero depoimento dos pais e alunos que acompanham a nossa trajetória e que, em algum momento de suas vidas, compartilharam conosco vários momentos de aprendizado, alegria e emoção. É uma satisfação imensa saber que a dança, que a nossa dedicação, faz a diferença na vida de pessoas tão queridas!

Depoimentos de alunos

“Todos esperam que o ballet seja apenas uma dança bela, leve, delicada e clássica. O que muitos não sabem, é que essa arte, vai muito além disso.

Iniciei minhas aulas de ballet clássico na escola Cristina Vaz, em 1996, quando tinha apenas 4 anos. Por lá, permaneci até os meus 20 anos, quando a faculdade, os estudos e o estágio reduziram meu tempo livre e, com um aperto no coração, interrompi as aulas de dança. Posso dizer que esses 16 anos envolveram muita experiência, aprendizados, amizades, viagens, alegrias, alguns calos, bolhas e também tombos, que me fizeram conquistar muitos aplausos nos palcos, certificados de aprovação nas provas da Royal Academy of Dance e uma satisfação imensa! Me lembro com perfeição dos primeiros momentos marcantes, como a primeira apresentação de final de ano, primeira viagem para um concurso, primeira aula de sapatilha de ponta (acompanhada da emoção da Cristina, com os olhos marejados ao ver suas alunas crescidas, realizando um sonho), primeira bolha, primeira prova da Royal, o primeiro tombo, primeiro tutu bandeja, primeiro solo, primeiro pas de deux…vários episódios importantes e impossíveis de se esquecer! A persistência, o trabalho em equipe e a disciplina, foram algumas das características que aprendi e aprimorei ao

longo da minha trajetória no ballet. As exigências das professoras com a técnica e a estética dos movimentos suaves, mas precisos, nos levaram a um caminho de crescimento e amadurecimento. Conhecer e entender um novo ritmo musical, abriu os meus ouvidos e coração para uma nova paixão além da dança, a paixão pela música clássica.

Fiz grandes amizades, com bailarinas que convivo até os dias de hoje e conheci pessoas, das quais nunca me esquecerei. Não poderia é claro, deixar de registrar a lembrança que minha mãe sempre me recorda, de que quando criança, me foi perguntado o que eu queria ser quando crescer, e eu afirmei que gostaria de ser igual a Cristina Vaz.

Gratidão, carinho, reconhecimento e admiração são algumas palavras que atribuo à Cristina, uma pessoa extremamente dedicada, confiável, comprometida, profissional exemplar, com quem tive a oportunidade e o prazer de ter como professora, coordenadora e dona da escola, na qual aprendi não apenas a dançar, mas diversas lições valiosas de vida. “

Lorena Brandão

“Fiquei 8 anos dançando no Ballet Cristina Vaz. Ir ao ballet era mais que uma obrigação ou ir para uma aula, era encontrar família, rir, aprender, cair e levantar, era se sentir parte de alguma coisa! O grupo do Cristina Vaz tinha uma sintonia que, os professores, a Cristina e as aulas, todos se davam bem e as coisas fluíam entre nós. Sempre tive muito auxílio, apoio, incentivo, torcida e, em coisas fora do ballet também, todos sempre estavam ao meu lado me apoiando e torcendo pelo meu sucesso. O ballet, em mais específico, o Cristina Vaz, me ensinou a ter disciplina, a lidar bem com os desafios, a conhecer meus limites e saber que, com determinação, eu consigo fazer tudo que eu quiser!

É difícil escolher só uma memória boa do ballet, eu amava os espetáculos, passar o dia todo no teatro e  ver  aquela  dança  que  você  está  ensaiando  a  meses  finalmente  ser  apresentada  ao  público,  a felicidade em ver que todo o suor e esforço, no final valeu a pena. Amava as viagens e concursos, éramos  postas  a  prova  e  no  final  eu  sentia  que  ali  era  meu  lugar,  apesar  de  ficar  com  medo  e colocarmos pressão, nós sempre apoiávamos umas as outras. E as aulas, sentávamos antes das aulas para rir e conversar e, quando a aula começava, mais um desafio, mas era muito bom ver o meu crescimento  e  ter  o  incentivo  dos  professores,  quando  conseguia  fazer  aquilo  que  antes  parecia impossível era gratificante.

O Ballet Cristina Vaz é isso para mim, é família, é um lugar que podia me superar a cada dia, ter um apoio e crescer, não só como bailarina, mas como pessoa.”

Lívia Lacerda Tertuliano

“Minha estória e essa casa começam quase juntas…eu me aventurava nas primeiras letras e a Cristina formava suas primeiras turmas na nossa antiga sala perto da quadra coberta do Colégio Santo Agostinho. Desde então, estreitamos os nossos laços de amizade, crescemos juntas, passamos pela adolescência, vi os filhos da Cristina chegarem e crescerem e recebemos o carinho tão afetuoso da família dela em cada espetáculo. Cada fase, cada conquista, era vitória nossa! Hoje carrego não só boas lembranças mas amigas para a vida inteira, famílias que também se tornaram minhas. E não seria só isto, mas tenho certeza que carrego comigo também muito aprendizado. Lembro dos meus primeiros desafios da vida adulta, as provas, vestibulares…muito do ballet estava comigo! Na dança aprendi a me concentrar, canalizar minha energia, emoções e sentimentos. Como aprendi isso nos espetáculos, no silêncio atrás da cortina e na explosão de alegria e um pouco de tristeza quando tudo acabava! As provas da Royal foram minhas maiores lições nesse sentido, com respeito ao meu corpo e meus limites. Hoje percebo que aprendi tudo isso de forma lúdica, com responsabilidade e afeto. E volto a dançar com a leveza da “falta de compromisso” e o coração cheio de alegria! Levando para as minhas aulas nas segundas e quartas um momento de concentração, alegria e uma paixão enorme por tudo isso!”

Paola Isabel Silva Barros

“Fazer parte do Ballet Cristina Vaz para mim é uma grande alegria. Desde que entrei, em 2008, tive a oportunidade de conhecer as melhores amizades da minha vida, ter contato com professores que possuem um vasto conhecimento, tive a oportunidade de visitar lugares do Brasil e do mundo através das viagens proporcionadas e criar memórias para o resto da minha vida. Fazer parte das mostras de aulas, cursos, espetáculos de final de ano, aulas diárias e ensaios, desperta cada dia mais o meu amor pela dança e pela arte.

É um sentimento muito grande de gratidão por tudo que me proporcionaram ao longo desses 13 anos.”

Renata Gomes Dornas

“Eu entrei no Ballet Cristina Vaz com 6 anos e passei 14 como aluna, tenho lembranças incríveis dos momentos compartilhados com minhas colegas e professores. Eu cresci no Ballet de muitas formas e desenvolvi responsabilidade, compromisso e dedicação com as aulas e ensaios, foram muitos aprendizados e oportunidades. Eu tenho um carinho enorme por tudo que eu vivi no Ballet Cristina Vaz, todas as aulas, ensaios, espetáculos, viagens e amizades e eu sou muito grata a todos os professores que fizeram parte da minha estória no ballet. O Ballet Cristina Vaz representa uma parte muito especial na minha vida, vou estra sempre presente para os momentos importantes dessa segunda família. Meu agradecimento e carinho à Cristina Vaz e a todos os professores.”

Mariana Mourão

“Ser bailarina me trouxe disciplina, perseverança e leveza. Dançar no Ballet Cristina Vaz foi uma terapia em que podia me expressar de diversas formas e onde aprendi verdadeiramente o que é arte. Comecei as aulas de dança com a Cristina aos 5 anos, com aulas de meia ponta. Aos 8 dancei o meu primeiro solo que foi quando despertou minha paixão. Aos 10, iniciei com as sapatilhas de ponta. Aos 12 anos fiz minha primeira viagem para participar de um concurso sem falar na emoção das provas da Royal. São momentos únicos e especiais que ficarão eternamente marcados na minha lembrança! Nunca vou me esquecer da expectativa que ficava antes de uma nova viagem ou antes de entrar no palco. Para mim o ballet foi um pouco mais do que escola, foi um estilo de vida e me proporcionou maravilhosas experiências”

Beatriz Costa Almeida

“Fiz ballet no Cristina Vaz por sete anos, em quatro momentos diferentes, durante a infância, adolescência, juventude e recentemente. Eu amo ballet e sempre amei fazer ballet no Cristina Vaz! Tive professoras maravilhosas e bailarinas profissionais: a própria Cristina, a Leonora, a Melissa e a Letícia. Fiz amizades que duram até hoje… Lembro com alegria no coração e com muitas saudades das aulas, das risadas e dos espetáculos inesquecíveis! Até hoje me vejo fazendo pliés, fondus, battements, jetés, etc. em casa… E sempre me elogiam por causa da minha postura, que foi algo que adquiri com o ballet. Ballet ajuda não só com a postura, mas com a disciplina, a memorização, a musicalização, entre outros. Recomendo a todos!”

Angela Carolina de Moraes Garcia

Depoimentos de pais

“O Ballet Cristina Vaz tem grande importância para a nossa família. A escola faz um trabalho incrível! As nossas filhas começaram no Ballet Cristina Vaz há mais de 15 anos. As professoras ( e professores) são bem formadas e dedicadas, ministram aulas com arte, profissionalismo e carinho. A formação é completa, muito além da “barra e centro”. Hoje a nossa filha Júlia Stehamann, 22, é estudante universitária e ainda faz aula de ballet com o grupo jovem. O Ballet Cristina Vaz tem sido um pilar de sua formação artística, cultural e humana, com o desenvolvimento de habilidades como disciplina, perseverança, compromisso e trabalho em equipe.  A nossa outra filha, Luisa Stehamann, 19, atualmente é estudante no curso de formação superior em dança do Area Jeune Ballet em Genebra. Ela também estudou no Ballet Bolshoi, em Joinville. O Ballet Cristina Vaz foi a sua base, que lhe permitiu esse voos mais altos. Obrigada Cristina por todos estes anos de parceria família-ballet!”

Maria Teresa e João Renato

“Minhas filhas começaram no Ballet Cristina Vaz ainda bem pequenas e sempre tiveram ótimas professoras, mas o que mais me chamou a atenção foi o cuidado que o Ballet tem com o desenvolvimento saudável delas, preocupando-se com os exercícios para cada idade, observando se estão sendo feitos corretamente. Além disso, a organização e capricho são fantásticos!”

Adriciana Rosa L. M. Machado

“Confiei a minha pequena Catarina, aos 4 anos, ao Ballet Cristina Vaz para que iniciasse os primeiros passos na dança, ouvisse boa música e se exercitasse, era apenas um sonho de mãe. Passados 10 anos, por vontade própria, ela adora dançar. O ballet desenvolveu-lhe habilidades como concentração, disciplina, comprometimento, pontualidade e responsabilidade, dentre outras. Agradeço à proprietária/diretora Cristina pelo seu exemplo de perfeccionismo e excelência em tudo que faz contribui para o crescimento da Catarina como bailarina. A escola é responsável, o atendimento aos pais é pontual, os professores de alto nível, competentes, amigos, carinhosos e igualmente exigentes. Para fechar não posso deixar de comentar sobre o espetáculo de fim de ano que nos enche de orgulho e emoção pela beleza, pelos figurinos e cenários maravilhosos. Mais uma vez, por tudo isso, o meu muito obrigada ao Ballet Cristina Vaz.”

Eneida Fernandes Quintão

“Relatar boa parte de vida da minha filha impreterivelmente é falar do Ballet Cristina Vaz. Voluntariamente, aos 4 anos de idade, ela me pediu para fazer ballet e assim teve início a sua vida de bailarina, sendo a sua primeira professora a própria Cristina. Sempre acompanhei a trajetória, o zelo, comprometimento, profissionalismo e seriedade em deixar sob os cuidados da escola a criança, a  adolescente que foi minha filha. Eu ficava tranquila pela conduta acompanhada. Vieram as aulas de anatomia, de maquiagem, educação musical, o compartilhar, o esperar, e muitos outros infinitos valores para a vida. Sinto orgulho, satisfação e respeito por ter sido parte desta história do Ballet Cristina Vaz.”

Wanda Brandão

“A escola de dança Ballet Cristina Vaz faz parte da nossa vida há dois anos. São dois anos de amor, dedicação, carinho, cuidado e respeito, não só com a Laura, mas com toda a nossa família!Durante os períodos mais difíceis da Pandemia, atrás das telas, lá estavam as professoras: lindas,  sorridentes, transbordando entusiasmo para levar a dança, a música, a arte, com muita disposição para as bailarinas! É muito bom contar com uma estrutura física privilegiada e com profissionais tão competentes, que fazem o que amam e dão o melhor de si. O Espaço Ballet Cristina Vaz é um lugar especial, onde minha filha é muito feliz! Seja nos palcos ou no Espaço, o espetáculo é garantido! E, cada dia que passa, tenho mais a certeza de q2ue fiz a escolha certa. Obrigada por tanto!”

Érica Issa

Receba as novidades da escola por email

-